terça-feira, 29 de setembro de 2015

O curso Nocturno no Sistema Nacional da Educação: irmão réprobo do curso Diurno? (CIP, 2015)

O Governo define, na “Estratégia do Ensino Secundário Geral 2009-2015”, o ensino em curso nocturno como tendo sido “concebido para atender às necessidades dos adultos que, trabalhando durante o dia, pretendiam continuar os seus estudos, no período nocturno, com vista a melhorarem o seu desempenho profissional”.

Entretanto, na prática, as escolas têm usado o curso nocturno como “castigo” para os alunos indisciplinados e infractores. Assim, aqueles alunos que “consomem estupefacientes”, ficam “em estado de gravidez”, “promovem ou praticam qualquer acto de violência”, estando a frequentar aulas no curso diurno, recebem como castigo a transferência compulsiva para o curso nocturno. Será, o curso nocturno, irmão réprobo do curso diurno em Moçambique?
Veja AQUI o estudo do Centro de Integridade Pública, CIP.

A banalização do ÚLTIMA HORA

Nos últimos dias tenho estado a combater alguns portais de notícias sensacionalistas e falaciosos. O facto é que virou moda, sim, virou moda andar por aqui a trazer notícias sem o mínimo de verdade, e fazem-no sobre a lógica de tudo o que escrevem é sob condição de "ÚLTIMA HORA".

É gritante a forma como os portais electrónicos que surgem como cogumelos mentem e usam títulos simplesmente enganadores. Pior, o que mais denoto é que esses portais tentam a todo custo usar o dito "ÚLTIMA HORA" para imitar um jornal que de igual forma "vulgarizou" o "ÚLTIMA HORA".

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Cenário de guerra e a estratégia de “Good Cop-Bad Cop” em Moçambique

Todos os dias precisamos negociar alguma coisa, seja o horário de uma reunião, a duração de um projecto, um financiamento  ou os valores de um contrato. Uma boa negociação é como um jogo de xadrez, tem que ter estratégia.

Em política as coisas não podem ser diferentes e Moçambique anda no caminho das negociações desde o tempo do colonialismo, pois, são vários os acordos alcançados, uns com êxito e outros nem por isso.

sábado, 26 de setembro de 2015

Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável

Esta Agenda é um plano de acção para as pessoas, o planeta e a prosperidade.
Também busca fortalecer a paz universal com mais liberdade.

Conheça os 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável

As Nações Unidas já têm os Objectivos para o Milénio, mas felizmente nem todos os projectos da instituição são para atingir com um hiato temporal tão longo. No que a Sustentabilidade diz respeito, os planos da organização querem-se implementados até 2030.

Para isso a ONU criou 17 Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, com balizamentos do que pretende alcançar até à data referida.

Sentença: Nuno Castel-Branco


Leia aqui a sentença na íntegra do caso Nuno Castel-Branco ou escute pelo áudio

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Manual de Segurança para Jornalistas (CPJ, Brasil 2015)

Nunca antes tantos jornalistas de áreas distintas escreveram matérias tão diferentes. Mas, não importa a forma de jornalismo, do investigativo ao especializado, de correspondentes estrangeiros à cobertura nacional, de blogs ao fotojornalismo, o ponto de partida é uma minuciosa preparação.
Pesquise com cuidado a sua cobertura ou reportagem. Conheça o terreno, a história, quem atua, a dinâmica e as tendências sob diversos pontos de vista. Familiarize-se com a cultura, costumes e expressões idiomáticas do grupo a cobrir. Conhecer o idioma é muito útil, especialmente frases e termos básicos. Faça uma lista de possíveis fontes de notícias sob uma série de perspectivas.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Dia Internacional da ‪Democracia‬ * Qual ‪Democracia?

A 15 Setembro celebra-se dia o Internacional da ‪Democracia - esta data coincide numa altura em que o país está mergulhado em grandes debates sobre atentando à Democracia e à Liberdade de Expressão, desde julgamentos contra jornalistas, assassinatos sem esclarecimento e prisões arbitrárias, ou seja, estamos mergulhados num retrocesso em que o exercício da nossa democracia é atropelada:

1. Pelo medo de se expressar sob pena do que pode suceder a seguir;
2. Pela precariedade das nossas instituições em garantir a ordem e tranquilidade públicas;
3. Pela realização de eleições barulhentas e instáveis após a divulgação de resultados;

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Murrupula: Um distrito abstencionista (IESE, 2015)

Este relatório de pesquisa analisa a participação/abstenção eleitoral com base em narrativas de experiências dos eleitores/abstencionistas e a sua relação com a política e o Estado de uma forma geral.
Encontre AQUI o estudo.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

"Team de Sonho" promove "Team dos Excluídos"

O debate que a seguir pretendo levantar já tem barbas brancas e é do conhecimento de todos, mas, estar sempre a falar do mesmo não significa que os destinatários desta mensagem são obrigados a encontrar soluções ou a dar ouvidos, mas, no mínimo, a mensagem terá sido emitida.

Não é novidade para ninguém que o nosso mercado musical é liberal e que apetece a qualquer músico, pois a quantidade de eventos realizados aos fins-de-semana é um exemplo disso. Não preciso de citar nomes; porém, conseguimos ver que os angolanos têm Moçambique como a sua “Casa 2”, conforme alude uma música um dia interpretada por Ziqo e Denny OG.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

O livro que era uma casa | A casa que era um país - Mia Couto (Universidade A Politécnica, 2015)

DISCURSO DE RECEPÇÃO DO TÍTULO DE DOUTOR HONORIS CAUSA AO ESCRITOR MIA COUTO

Corrupção política nos media: uma perspectiva comparada: Portugal, Brasil e Moçambique (CIMJ, 2015)

O número 26 da revista Media & Jornalismo que tem como tema "A Corrupção Política, os Media e Democracia" e se enquadra no projecto de investigação - "Corrupção política nos media: uma perspetiva comparada: Portugal, Brasil e Moçambique"
Descarregue AQUI.